8 de abril de 2017

Minha masturbação



Oi Elis, sou sua fã número 1, deixa eu te contar minha história, sou “FULANA” e desde muito cedo meu maior prazer é me masturbar, não me acho egoísta, mas prazer tenho conseguido sozinha e essas experiências de autoconhecimento das minhas zonas erógenas  têm sido essencial para eu aprender a receber e dar prazer aos outros, um prazer físico menor, mas muito mais visceral.

Espero que vc concorde desta opinião subjetiva de minha experiência e espero passar para outras mulheres a importância da masturbação.

Meu prazer é meio bipolar, tenho dias que meus desejos são violentos, orgasmos selvagens que quase machucam e dias que quero me explorar muito suavemente, e minha mente conscientemente começa a explorar introspectivamente um corpo com a máxima delicadeza.

Neste dias suaves, começo com minhas mãos no quadril, observo as palmas das mãos suaves e quentes, então começo a mexer meu quadril em pequenos círculos, minhas mãos passam pelo umbigo e em seguida, para baixo prolongando a rota com toques suaves e seguro, as pontas dos dedos procuram desestabilizar meus corpo para arrepios constantes. Sinto o aumento da pressão, eu gosto, é um prazer presente multiplicado pela consciência de prazeres futuros.

Eu estou nua na cama, sentada em meus pés, com os joelhos dobrados com um travesseiro abaixo de mim. Meus dedos procuram meus seios, me toco enquanto rebolo incansavelmente, deixando o travesseiro ser esfregado pela minha vagina. Aperto meus seios um contra o outro, até sentir meus mamilos incharem de prazer, adoro essa sensação de que algo vem de dentro e está enchendo, enquanto a minha pele se torna muito mais sensível.

Na mesa de cabeceira tenho lubrificante; meus dedos e palmas das mãos tornaram-se escorregadios, eu aperto meus seios, fecho os olhos e escuto meu corpo implorando para continuar. - Continue, continue.

Depois de um tempo, eu começo a sentir sensações em outras partes do corpo, muito abaixo.

Minhas mãos percorrem a melhor estrada do mundo, meu corpo. Minha vagina está muito molhada e a pressiono forte com minha palma da mão enquanto rebolo mais forte e intensamente.

Começo a massagear os lábios, procurando incansavelmente o meu clitóris com os dedos encharcados, minha vagina está quente, minha pele arrepiada.

Quatro dedos dentro e polegar no clitóris, por muito  tempo, até que o interior clama a sua cota de afeto. Meus dedos vão através da fenda, em direção ao útero, há algo volumoso lá, macio e esponjoso, quando eu toco a ponta é como um choque elétrico, uma sensação que estremece minhas pernas e mexe com meu instinto mais selvagem, minha cabeça se perde de tesão, já estou viajando para o mundo dos orgasmos e não me importa mais nada ao meu redor.

Deito na cama, ligeiramente arqueada com uma grande almofada sob minha bunda para o conforto e um acesso mais fácil, pernas abertas, o prazer não é apenas a explosão final, mas todo o caminho para alcançar a promessa de que será uma longa jornada que irá acumular pontos que as preliminares te proporcionam.

Minhas coxas estão febris e minha vagina incendiada e lentamente espalhando e aumentando o calor do meu corpo, com o movimento das minhas mãos tocando meu corpo, clitóris e vagina, sinto o calor avançar para perto do ponto de não retorno.

Finalmente, com poucas estimulações estou prestes ao clímax. Sinto que vou explodir, mas como um último recurso, relaxo as coxas para adiar o inevitável, então ele vem avassalador, mexendo com meu corpo e entrando como droga na minha mente, orgasmos e contrações no corpo inteiro, não paro meus dedos, acelero para que o orgasmos dure por mais tempo, aumento a pressão e já estou sem controle mental, sinto pequenas convulsões no meu corpo que me fazem inevitavelmente rolar na cama.

A janela do quarto está fechada, vou gritar. E se alguém ouvir? Melhor que escutem o prazer de uma mulher se tocando, porque para mim não existe gemido mais lindo que o gemido de uma mulher tendo orgasmos múltiplos e enlouquecendo de prazer.

**TODAS AS HISTÓRIAS FORAM ENVIADAS POR EMAIL.
NÃO MUDAMOS AS PALAVRAS OU ERROS GRAMATICAIS, SOMENTE NÃO INFORMAMOS OS NOMES, ESTES SERÃO TROCADOS OU OMITIDOS.
SE VOCÊ TAMBÉM TIVER UMA HISTÓRIA, ENVIE-NOS POR E-MAIL ENTRELACADOS@GMAIL.COM

Um comentário:

  1. Lucimara4/08/2017

    Gozei lendo, caramba, show de postagem

    ResponderExcluir